Questionário terapia de casal: veja os melhores para usar

Questionário terapia de casal: veja os melhores para usar

Você conhece os questionários terapia de casal? Muitas pessoas pensam que um relacionamento não gera sofrimento psíquico, mas não é bem assim que as coisas funcionam na prática. Assim como qualquer relação entre pessoas, o relacionamento amoroso também pode provocar estresse e angústias, em virtude de vários conflitos do cotidiano do casal.

Vários aspectos da vida, como problemas com filhos, contas para pagar e o estresse vinculado ao trabalho, por exemplo, podem potencializar conflitos, que acabam fazendo com que as pessoas tenham dificuldade de compreender as particularidades do outro, perdendo, assim, a capacidade de um diálogo saudável.

Dessa forma, a terapia de casal é uma alternativa para várias pessoas, como forma de buscar ajuda para desenvolver um olhar mais empático e acolhedor sobre o outro. Ela é responsável por ajudar o casal a salvar sua relação, evitar um divórcio e, em alguns casos, entender que não faz mais sentido seguirem juntos.

Neste artigo serão compartilhados alguns questionários que podem ser usados na terapia de casal, como técnica para proporcionar uma relação saudável.

Como funciona a terapia de casal

A principal premissa da terapia de casal é o acolhimento por parte do terapeuta, que proporcionará um ambiente neutro e livre de julgamentos, para que o casal se sinta confortável o suficiente para expor seus problemas e realmente se comprometer com a descoberta de saídas para as dificuldades apresentadas.

O casal será guiado para falar e as conversas que normalmente acabavam em brigas e acusações serão facilitadas pela terapia, para que não tenham esse fim. O terapeuta atuará como um mediador, tendo o cuidado e tato para compartilhar questões que irão direcionar o casal à reflexão, saindo da zona de conforto.

Assim como a psicoterapia individual, as sessões devem ser semanais para o melhor aproveitamento, mas podem ser feitas quinzenalmente se o casal tiver algum impedimento de agenda ou financeiro. O mais importante é que as sessões aconteçam cotidianamente, de forma a ter sua eficácia potencializada.

Quando o casal atinge um nível de desentendimento que não cessa nem durante a terapia, é recomendável que o terapeuta faça algumas sessões individuais com cada membro do casal, para trabalhar em problemas singulares mais emergenciais que podem estar comprometendo o avanço do tratamento do casal. Contudo, é fundamental que essas sessões não se delonguem muito, para que façam as sessões juntos.

De qualquer forma, a terapia de casal é uma oportunidade de perceber que nem sempre o problema está na falta de comunicação. Mas, sim, na maneira com que o casal está se comunicando.

Questionários terapia de casal

Existem vários tipos de questionários de terapia de casal que podem ser utilizados para identificar os sentimentos e comportamentos envolvidos nos problemas do casal, sendo os principais:

1. Questionário do relacionamento

Foi estruturado por Christensen, com o objetivo de fornecer algumas informações demográficas básicas do casal, uma descrição aberta de suas preocupações e uma linha de base de satisfação no mês anterior ao início da terapia de casal.

2. Índice de Satisfação do Casal (CSI-16)

Desenvolvido por Funk e Rogge em 2007 com o intuito de providenciar uma indicação que seja empiricamente reforçada pelo nível de satisfação do casal no relacionamento. A orientação é que ele seja usado no início, durante e no final da terapia, para conseguir realmente avaliar a melhoria da satisfação ao longo do curso do processo terapêutico.

3. Questionário para casais

Proposto também por Christensen (2010), é um questionário completo que irá medir a satisfação do casal, compromisso com o relacionamento e nível de violência por parceiro íntimo. É importante ressaltar que ele, em sua constituição, usa 3 itens desenvolvidos por Dan O’Leary, Rick Heyman e Katherine Iverson. Orienta-se a ser usado durante a fase de avaliação, justamente para verificar essas três áreas importantes de funcionamento, além de pedir um exemplo de interação negativa e positiva entre o casal.

4. Questionário de áreas problemáticas

Esse questionário para terapia de casal foi construído por Heavey, Christensen e Malamuth (1995) para avaliar quais áreas comuns do funcionamento do relacionamento, como dinheiro e sexo, são problemas para o casal. Normalmente ele também é usado durante a fase de avaliação, como forma de auxiliar na formulação dos problemas do casal.

5. Comunicação do casal durante um conflito

Apresentado por Christensen, essa ferramenta analisa os padrões de interação problemáticos que criam barreiras na relação do casal. Também é usado, primordialmente, para desenvolver uma formulação dos problemas do casal.

6. Questionário de Feedback

O terapeuta precisa entender como o casal responde ao feedback dado ao longo do treinamento e, para isso, Christensen desenvolveu esse questionário. Seu principal objetivo é entender as reações do casal à sessão de feedback e a satisfação atual do relacionamento. Nesse caso, novamente são apresentadas as formas de 4 e 8 itens do Inventário de Satisfação do Casal, desenvolvido por Funk & Rogge, 2007.

7. Inventário de Aliança Terapêutica – Formulário Curto

Com base no trabalho de Horvach e Greenberg (1989) e Tracy e Korotovic (1989), trata-se de um inventário de 12 itens projetado para investigar a qualidade da relação entre terapeuta e paciente. Ele pode ser aplicado meio e no final do tratamento.

8. Questionário terapia de casal – semanal

O acompanhamento semanal é igualmente importante para o progresso terapêutico e esse questionário. Desenvolvido por Christensen, busca coletar informações acerca da satisfação do casal durante o andamento da terapia, usando as formas resumidas de 4 e 8 itens do Índice de Satisfação do Casal, Funk & Rogge, 2007.

Ademais, é um questionário que consegue trabalhar incidentes e questões importantes que ocorreram entre os pacientes entre uma sessão e outra. A medida é usada semanalmente para fornecer feedback sobre o desempenho do casal e para estruturar as sessões de terapia.

Ter problemas de relacionamento é perfeitamente normal e cabe ao casal se atentar para a proporção que as discussões tomam na rotina. Buscar ajuda é fundamental para que a relação saudável seja preservada e cabe ao terapeuta ajudar ambos os membros do casal a entenderem o ponto de vista do outro.

O questionário para terapia de casal, seja qual modelo escolhido pelo terapeuta, irá fornecer subsídio o suficiente para que o terapeuta consiga entender qual o melhor caminho a ser seguido para trabalhar os aspectos cognitivos e comportamentais.

Levando seus tratamentos para um próximo patamar

Como você viu no texto, a ludoterapia é muito utilizada para o tratamento de crianças. E que tal você se tornar um especialista em Terapia Cognitivo Comportamental (TCC) para poder impactar ainda mais a vida de seus pacientes?

O IPTC conta com um curso de TCC para crianças e adolescentes totalmente voltado para a prática! Você terá aulas sobre o assunto com uma estrutura e metodologia validadas por nossos +3.500 alunos.

Conheça mais sobre o curso de TCC!

41 3022-2947
WhatsApp: (41) 9 9263-2977
contato@iptc.net.br

SEDE INSTITUCIONAL
Rua Emiliano Perneta, 822 sl 1201
Centro, Curitiba / PR

SEDE ADMINISTRATIVA
Rua Emiliano Perneta, 10 sl 603
Centro, Curitiba / PR

IPTC - Instituto Paranaense de Terapia Cognitiva.