Neuropsicologia Salário: Descubra o salário de um Neuropsicólogo

Neuropsicologia Salário: Descubra o salário de um Neuropsicólogo

Existem muitos fatores que precisam ser analisados ao escolher por uma especialização como a neuropsicologia: salário, crescimento da área, formas de tratamento e outros.

Você provavelmente já conhece, ainda que superficialmente, o campo de atuação do psicólogo e do neurologista, sem ter muita dificuldade de diferenciar esses dois profissionais. 

Entretanto, o que nem todo mundo sabe é que existe uma área que faz justamente a união dessas duas especialidades, moldando um profissional tecnicamente capaz de trabalhar para o diagnóstico e tratamento de transtornos que relacionam cérebro e o viés cognitivo, normalmente apresentado por meio de comportamentos. 

O salário de um neuropsicólogo é um aspecto que traz curiosidade para os profissionais que buscam uma especialização. Principalmente, após o constante crescimento de casos de crianças e adolescentes com algum tipo de transtorno de aprendizagem.

Descubra mais no artigo, a seguir.

Qual é a área de atuação do neuropsicólogo? 

A Neuropsicologia tem crescido muito ao longo dos anos, ganhando espaço em várias áreas do mercado de trabalho. Ainda assim, as principais áreas de atuação do neuropsicólogo continuam sendo os consultórios, hospitais e clínicas médicas. 

  • Neuropsicologia Clínica

Trata-se de uma das áreas mais conhecidas no país. É nela que ocorre a identificação e o tratamento de lesões ou doenças que causam déficits cognitivos e psicológicos, normalmente devido a alguma relação estabelecida com o cérebro.

Na prática, o neuropsicólogo identifica e quantifica lesões neurológicas (locais ou difusas) que alterem diversas áreas do funcionamento dos pacientes. Além disso, é feita a análise de uma possível  origem hereditária, decorrência de malformações congênitas ou de agravos ambientais.

  • Reabilitação

O neuropsicólogo que atua na reabilitação trabalha com estratégias e exercícios para estimular a neurogênese e a reorganização sináptica neuronal em pacientes que apresentam déficits ou perda de funções cerebrais.

  • Acadêmico

Outro campo bastante difundido na Neuropsicologia é a pesquisa científica e a licenciatura. Nessa área de pesquisa, a Neuropsicologia Experimental analisa as possíveis maneiras com que o comportamento e a cognição humana sofrem influência do funcionamento do cérebro.

É um campo extremamente ligado à Medicina Preventiva, Neurologia Comportamental, Psicologia Cognitiva e Neuropsiquiatria. O neuropsicólogo experimental é demandado em laboratórios de ensino e pesquisa em instituições, bem como a atuação como consultores e co-desenvolvedores de softwares.

Neuropsicologia: salário do profissional

Ao considerar uma jornada de 29 horas semanais, é possível inferir que um Neuropsicólogo tem uma média salarial que gira em torno de R$ 3.417,54. Esses dados foram elaborados através de pesquisas do Salario.com.br e dados oficiais do Novo CAGED, eSocial e Empregador Web.

Além disso, a faixa salarial do Neuropsicólogo fica entre R$ 3.119,15 (média do piso salarial 2021 de acordos coletivos), R$ 3.354,43 (salário mediana da pesquisa) e o teto salarial de R$ 6.509,65 (segundo o salário base de profissionais em regime CLT).

Torna-se cada vez mais comum encontrar neuropsicólogos que atuam como profissionais liberais, realizando avaliações neuropsicológicas em clínicas particulares. Nesse contexto, o profissional consegue cobrar por volta de R$2.000,00 para realizar a avaliação neuropsicológica de uma criança.

Dessa forma, percebe-se que o salário de um neuropsicólogo é bastante variável e depende da realidade na qual o profissional está inserido.

Benefícios de ter uma pós graduação em neuropsicologia

A Pós-Graduação em Neuropsicologia possibilita que o profissional construa uma visão crítica e conhecimento aprofundado sobre técnicas, instrumentos neuropsicológicos e avaliações comportamentais. 

É uma formação que valoriza e desenvolve uma competência ética e técnica para avaliar pessoas, com consciência e responsabilidade profissional. Assim, visa colocar em prática os diferenciais técnicos do neuropsicólogo.

Nesse cenário de um mercado concorrido, investir em nichos específicos e diferenciados é uma das saídas mais recomendadas para se destacar. Dessa forma, um curso de Pós-graduação ou MBA agrega ao profissional maior conhecimento técnico e, consequentemente, maiores possibilidades de alcançar uma boa colocação no mercado de trabalho.

É uma formação que tem como objetivo compartilhar novidades na área da neuropsicologia e incitar o estudo para o avanço científico. O profissional que realiza uma pós-graduação na área consegue acompanhar as tendências que contemplam os processos cognitivos e comportamentais, garantindo restrição para alunos que tenham formação em psicologia.  

Ademais, é importante ressaltar que a Neuropsicologia é a especialidade da Psicologia que mais cresce no Brasil, graças à grande procura de pacientes por este serviço nos consultórios, hospitais, escolas e demais instituições. A Neuropsicologia, hoje, é parte chave para o fechamento de diagnósticos médicos, além da estruturação de um programa de reabilitação mais efetivo.

Conheça os cursos em neuropsicologia do IPTC

Pensando no desenvolvimento da Neuropsicologia no país e no mundo, o IPTC oferece alguns cursos que são recomendados para os profissionais que desejam se destacar no mercado de trabalho e no campo acadêmico.

Alguns deles são:

Pós-Graduação em Neuropsicologia: ao se matricular na pós, o profissional irá estudar as relações entre o cérebro, a cognição e o comportamento humano. Serão compartilhadas informações e técnicas que capacitarão o neuropsicólogo a compreender lesões, malformações, agravos sistêmicos. Assim, estuda-se como esses fatores podem afetar o sistema nervoso central e causar alterações qualitativas e quantitativas em várias áreas do funcionamento mental.

Reabilitação Neuropsicológica (RN): através desse curso, o profissional será capaz de construir um tratamento especializado, com o objetivo de auxiliar os pacientes a resolverem seus problemas de forma mais saudável, capacitando-os para realizar suas atividades de vida diária, laborais e de interação social e afetiva de forma mais assertiva.

No curso serão estudadas as principais funções cognitivas, como elas costumam se manifestar diante de quadros deficitários, tratamento e quais as melhores abordagens terapêuticas envolvendo os pacientes, seus cuidadores/responsáveis e o ambiente que os cercam.

O desenvolvimento de uma avaliação neuropsicológica, por exemplo, permite que o paciente consiga entregar elementos que serão fundamentais para que o plano de tratamento seja traçado de forma que consiga inserir intervenções produtivas.

A Neuropsicologia: salário e área de atuação são tópicos bastante debatidos no país e no mundo, visto a constante valorização do neuropsicólogo no mercado de trabalho. Sendo assim, a neuropsicologia se mostra como uma área promissora e que pode dar bons frutos ao profissional.

Levando seus tratamentos para um próximo patamar

Agora que você já conheceu mais sobre a neuropsicologia e o salário, que tal contar com a ajuda do IPTC para você especializar-se nesta abordagem?

Temos diversos cursos, especializações e workshops, todos voltados para um conteúdo prático. O nosso foco é que você saia totalmente seguro para atender, depois de aprender aplicando o conteúdo.

E além disso, você terá um impacto ainda maior na qualidade de vida dos seus pacientes.

Conheça mais sobre nossos cursos.

41 3022-2947
WhatsApp: (41) 9 9263-2977
contato@iptc.net.br

SEDE INSTITUCIONAL
Rua Emiliano Perneta, 822 sl 1201
Centro, Curitiba / PR

SEDE ADMINISTRATIVA
Rua Emiliano Perneta, 10 sl 603
Centro, Curitiba / PR

IPTC - Instituto Paranaense de Terapia Cognitiva.