Como utilizar na prática a abordagem Terapia de Esquema + questionário

Como utilizar na prática a abordagem Terapia de Esquema + questionário

Quer entender como funciona a teoria do esquema, questionários e a prática? Young foi o primeiro a elucidar uma solução que seria ainda mais completa do que a Terapia Cognitiva-Comportamental: a Terapia do Esquema.

Os primeiros nomes que apresentaram essa teoria enquanto possibilidade terapêutica foram Jeffrey E. Young, Janet Klosko e Marjorie Weishaar, que afirmam se tratar de um modelo clínico integrativo que foca em ampliar os referenciais do paciente para, assim, entender melhor a complexidade humana, abordando, inclusive, a dimensão da espiritualidade.

Continue a leitura e saiba mais!

Como aplicar a terapia do esquema em clínica?

Young (2003) apresenta a terapia focada em esquemas para, principalmente, o tratamento de Transtornos de Personalidade. É uma nova forma de abordar o quadro, tendo como principal referência um nível mais aprofundado de cognição denominado de Esquema Inicial Desadaptativo (EID). 

Os EIDs podem ser definidos como estruturas estáveis e duradouras que se desenvolvem e se cristalizam precocemente na personalidade e/ou ao longo da vida do indivíduo, normalmente associados a outras psicopatologias. 

Eles são padrões emocionais e cognitivos desadaptativos que tendem a se repetir no decorrer da vida. Dessa forma, o primeiro passo para o avanço do paciente é no mapeamento e enfoque na dissolução de quaisquer esquemas disfuncionais. Uma das formas para fazer esse mapeamento é o Young Schema Questionnaire (YSQ), conhecido também por Questionário de Young. 

O terapeuta não precisa iniciar o treinamento já com a aplicação do questionário. A entrevista de acolhimento, por exemplo, é uma alternativa interessante para as sessões iniciais, pois foca no fortalecimento da relação terapêutica. Quando o terapeuta entender que o paciente se sente mais seguro para dar um passo a mais, outras técnicas e ferramentas podem ser introduzidas nas sessões.

Após a entrevista de acolhimento, o terapeuta poderá aplicar o inventário da história de vida de Lázaro. Trata-se de um formulário que deverá ser dado ao paciente para preencher em um horário diferente da sessão, para que ele tenha tempo para responder todas as perguntas. 

Nele, constam perguntas acerca do passado do paciente, com o intuito de entender:

  • Quais foram as figuras marcantes do seu passado;
  • Os possíveis episódios traumáticos;
  • Quaisquer informações que possam dar mais contexto para o terapeuta entender a origem dos esquemas, bem como o porquê tem a força que tem. 

O Questionário de Young é a terceira etapa do processo, que foca em avaliar 15 EID considerados como centrais na cognição humana (Young, 2003).

O que é e para que serve o questionário de esquemas de Young?

O Questionário de Esquemas de Young, também conhecido por Young Schema Questionnaire (YSQ), é uma ferramenta proposta pela Terapia do Esquema para identificar os 15 Esquemas Iniciais Desadaptativos (EIDs) presentes na vida do paciente para, a partir de então, construir uma estratégia de tratamento.

Trata-se de um questionário de cerca de 75 a 90 afirmativas (a depender da versão utilizada), seguindo uma escala tipo Likert de 1 a 6 para pontuação de acordo com a percepção do paciente. 

O resultado desse teste irá enquadrar os 15 esquemas em cinco grandes domínios:

  • desconexão/rejeição;
  • autonomia/desempenho prejudicados;
  • limites prejudicados;
  • orientação para o outro;
  • supervigilância/inibição.

Onde encontrar o questionário de esquemas de Young e como utilizá-lo?

O questionário existe em duas versões, a breve e a longa. Ambas são capazes de avaliar os 15 EIDs, mudando apenas a estruturação das perguntas. Os terapeutas que têm interesse em aplicá-lo na sua prática clínica deverão procurar livrarias ou fontes aprovadas pelo Conselho Regional de Psicologia para ter acesso às perguntas do formulário.

Existem também algumas versões disponibilizadas para download em diversos sites da internet. No entanto, é preciso muito cuidado acerca da investigação da acuracidade dessas fontes, pois apenas pessoas certificadas foram aptas a fazer a tradução oficial do questionário, que originalmente foi desenhado em inglês.

Como trabalhar com Terapia do Esquema e questionário de Young?

Uma vez com o questionário oficial em mãos, o terapeuta deverá orientar o paciente sobre a forma de preenchê-lo. É interessante que o paciente reserve um tempo, fora da sessão, para respondê-lo, pois irá ser incitado a refletir para achar algumas respostas.

O terapeuta deve orientar o paciente para ler cada afirmação e, em seguida, classificá-la com base em como ele se encaixa durante o último ano. Quando ele não tiver certeza, é recomendável que sua resposta seja sobre o que você sente emocionalmente e não sobre o que você pensa ser verdadeiro.

É importante que o terapeuta ressalte que alguns dos itens se referem à relação estabelecida com os seus pais ou parceiros românticos. Se alguma (s) dessa (s) pessoa (s) tiver falecido, o paciente deve responder esses itens com base nas relações que tinha com ele (s) quando estava (m) vivo (s). 

Se ele não tiver atualmente um(a) parceiro(a) romântico(a), mas teve relacionamentos amorosos no passado, a orientação deve ser para que ele responda o item com base no relacionamento amoroso significativo mais recente. 

Em todas as perguntas, ele deve escolher a melhor pontuação, de 1 a 6, sendo o 1 referente a algo que ele entende ser completamente falso sobre ele e o 6 algo que o descreve perfeitamente. Para finalizar, deve escrever a resposta na linha antes de cada declaração.

A Terapia do Esquema é relativamente recente, mas vem ganhando adeptos ao redor do mundo, justamente pela sua forma inovadora e eficiente de abordar aspectos que possam passar despercebidos por outras alternativas de tratamento. Sendo assim, a Terapia do Esquema e o Questionário proposto por Young são ferramentas extremamente valiosas para a promoção do bem-estar dos pacientes.

Levando seus tratamentos para um próximo patamar

Que tal você se tornar um especialista em Terapia do Esquema para poder impactar ainda mais a vida de seus pacientes?

O IPTC conta com um curso de Terapia do Esquema totalmente voltado para a prática! Você terá aulas sobre o assunto com uma estrutura e metodologia validadas por nossos + 1.000 alunos.

Conheça mais sobre o curso de Terapia do Esquema!

41 3022-2947
WhatsApp: (41) 9 9263-2977
contato@iptc.net.br

SEDE INSTITUCIONAL
Rua Emiliano Perneta, 822 sl 1201
Centro, Curitiba / PR

SEDE ADMINISTRATIVA
Rua Emiliano Perneta, 10 sl 603
Centro, Curitiba / PR

IPTC - Instituto Paranaense de Terapia Cognitiva.